Pássaro
Nuvem
Bando de pássaros

Artigos

O Crescimento das Borboletas
O Crescimento das Borboletas

A biodiversidade permite-nos observar coisas incríveis. O crescimento das borboletas é uma delas, sem dúvida.

Sabias que estes insetos, quando nascem, são muito diferentes de como os conhecemos? Antes de voarem de forma graciosa, as borboletas sofrem várias mudanças no seu corpo.

A estas alterações dá-se o nome de metamorfose. Mas o que é isto da metamorfose? Perguntam vocês, e muito bem.

A metamorfose é uma palavra grega que significa mudanças (meta) da forma (morpho). Está relacionada com as mudanças na forma de alguns animais! É um processo de transformação do seu corpo e do seu modo de vida.

A metamorfose da borboleta pode ser dividida em 4 estágios: ovo, larva, crisálida e adulto.

Estás preparado para conhecer cada um destes estágios e a evolução do crescimento das borboletas? Então vamos lá!

Estágio 1: Ovo

Tudo começa quando a borboleta fêmea coloca os seus ovos nas folhas das plantas. Estas folhas são muito importantes, pois servem de alimento para a borboleta quando nascer. Os ovos demoram cerca de 5 a 15 dias para eclodir e dar origem ao estágio seguinte: larva.

 

Estágio 2: Larva

Podes não acreditar, mas todas as borboletas que vistes até hoje já foram larvas. Depois de saírem do ovo, estes insetos assumem um corpo comprido e de forma cilíndrica. Mantêm esta forma, em média, 1 a 8 meses. Ao alimentarem-se das folhas, conseguem reunir os nutrientes e água necessários para a sobrevivência. É preciso teres muito cuidado com as borboletas neste estágio, pois podem causar alergia ou queimaduras caso lhes toques.

 

Estágio 3: Crisálida

Após algum tempo, a larva prende-se pela parte de trás do seu corpo através de fios de seda e inicia-se a formação da crisálida. Nesta fase, a borboleta não se alimenta, sobrevivendo apenas das reservas nutritivas de quando ainda era lagarta. Este estágio demora, em média, 1 a 3 semanas.

 

Estágio 4: Adulto

Neste estágio, a crisálida abre-se e sai de dentro dela a borboleta que bem conhecemos. Finalmente chega á sua fase adulta, o que lhe permite voar e reproduzir-se. Alimenta-se sobretudo de néctar das flores e de frutos em decomposição. Nesta fase adulta, a borboleta pode viver até, no máximo, 1 ano.

 

 

 

 

Lontra
Esquilo
Borboletas
Melro
Furão
Coelho
Coelho
Toupeira
Coruja
Abelha
Raposa
Salamandra
Recebe a revista
Família DMF
A carregar